Saudade de você.

544749_321464791259123_177163435689260_778129_310968447_n
Hoje a saudade conversou comigo, veio falar de você sem razão… Então escuta o que tenho pra te falar. Com você a vida tem outro sentido, não sei se é pela forma que você enxerga o mundo, ou respeita as coisas… Você é mistura de ternura e bondade, é felicidade, é encantação,é poesia na chuva, alegria num domingo triste… Você vê a vida do jeito que te vejo; você sabe que existe algo bom e que realmente vale a luta, a conquista e o tempo; a espera. E eu sinto tanto, por ter deixado você partir. É que realmente a ideia de viver sem você é inimaginável, eu simplesmente não quero viver sem ter que te contar como foi meu dia, ou te mandar ouvir aquela música, te beijar e te abraçar. E se tiver que me lamentar por isso a minha vida inteira eu irei. Você sabe mexer comigo apenas com o olhar, você me encanta, faz com que eu me apaixone por você todas as vezes que me lembro das conversas, dos abraços… Acho que se fôssemos dois estranhos na multidão isso continuaria igual, continuaria essa conexão, esse sentimento indefinido; seria olhar pra você e se apaixonar. Você é a melhor parte de mim, a melhor memoria, e eu iria bem mais além se você fizesse o mesmo por mim. -Laura Maldonado

“Deixando de estar?!”

Tenho tentado deixar de estar, de estar se importando com cada coisinha que acontece. Tenho tentado parar de se importar desde as coisas fúteis até as mais importantes.. Você. É amor, eu mudei, acordei me sentindo assim, “nova”, é, mais ou menos. Não me lembro de como ser aquela menininha doce e inocente que você conhecia, aquela com quem você brincava de casinha, esconde esconde na rua; e até pouco tempo brincou com o coração dela. Me dói saber que tanto aconteceu em tão pouco tempo, 8 meses?! Tudo virou de cabeça, foi rápido demais, mas estou aqui mantendo a cabeça erguida, e tentando matar esse sentimento que me mata. Arrumei uma nova paixão, aquela que me faz rir das bobagens ditas, das conversas no whatsapp, que ouve Ed Sheeran comigo.. O que mais me entristece é que ele não é você, ele é diferente de tudo que eu sonhei, tinha em mente para mim; é um verdadeiro príncipe com aquela mistura de cafajeste, Caio castro? Não, mas quase. Eu to bem, de verdade, sinto como se tivesse faltando alguma coisinha, a saudade e as lembranças remoendo no coração e na cabeça. Aí eu te vejo, te vejo e quero te abraçar pra ver que tudo era como antes, bom, acho que todos já perceberam que por melhor que eu esteja eu tenho dificuldade a me adaptar as mudanças. Isso continua a mesma coisa; mas enfim, te ver me faz lembrar de quem eu era, a doce menininha que ambos amavam, você continua me fazer sentir as borboletas, me faz tremer, perder o juízo e a noção de onde estou. “Você é posse, é liberdade, é amor, amor que não posso chamar de meu.” -Laura Maldonado

Saudade

mensagens_de_saudadeSaudade,aaah saudades.Saudade é aquele sentimento que quando chega ele fica,ele é intenso, ele é o que faz nós lembrarmos das melhores coisas da vida. Sim,a lembrança é mais ou menos igual a saudade; porque geralmente quando temos saudades as lembranças chegam junto. Acho que é bom ver pelo ponto de vista que, a saudade é igual quando mudamos para uma casa, é tudo tão novo que demoramos a se acostumar, se adaptar. E se formos ver, é basicamente um pacote. Amor, saudades, lembranças, tempo, e adaptação. Temos que viver com amor diariamente, as lembranças são aquela felicidade que sentimos e foi tão grande que é imoral esquecer, certo? E a adaptação é aquilo que temos que ter acima de tudo, para saber como receber as novas dádivas da vida; sim. E é isso, o tempo ajuda a gente fazer o “download” completo disto. Por isso meu amor, não se feche para as melhores coisas da vida, seja uma “casa nova” disposta a estar aberta para novos moradores. Acima de tudo, aqueles que te farão tão bem, te cuidarão, fica com a porta do seu coração aberto,garota!-Laura Maldonado

Peça de teatro.

   Shakespeare-in-Love_largeLembra que você disse que me veria na minha primeira apresentação no teatro? Que você estaria na primeira fila, me assistindo de camarote? Que seria o primeiro me aplaudir de pé, com o buquê e o cartão ao seu lado, me homenageando? Você lembra? Eu lembro… Bem, cá estou, sentada no meu camarim, esperando meu ato, da cena 3,mas confesso mesmo que estou esperando é você aparecer na porta me desculpando e me dizendo tudo que ando louca pra ouvir de você e aquele clichê “Quebre a perna” no final da conversa. A casa está cheia, e te garanto que a peça é ótima! Então vem logo, tá perdendo o show!   –Laura Maldonado

Mudei por mim!

   decoorAcordei e fui ao banheiro, como toda manhã; lavei meu rosto, escovei os dentes e o cabelo. Então eu vi que alguma coisa havia mudado em mim. Só não sei dizer se foi os quilinhos que perdi, a cor do cabelo, as novas roupas, ou o modelo do meu óculos. Não, não foi. Foi alguma coisa em mim, dentro de mim que mudou. Hoje eu vi. Eu não me encontro mais vulnerável, sem os brilhos nos olhos e com o coração tão partido, meu amor. Acho que de tanto repetir para mim mesa em frente ao espelho, de baixo do chuveiro, ou com a cabeça no travesseiro; “eu vou ficar bem sem você, vou sobreviver”, eu estou conseguindo, dia após dia. Estou me ocupando, sabe? Saindo com as meninas, trabalhado, fazendo aquele cursinho, usando aquele make bapho, roupas que realmente, eu não teria coragem de usar por não querer chamar tanta atenção. Estou vivendo, as pessoas me dizem que estou diferente, só no ar, entende? Eu no começo negava, porque eu não queria, eu não aceitava “ter mudado” e deixar de ser sua garotinha. Mas aconteceu, mudei. E estou feliz, com essa nova “eu”. Tenho feito coisas e não me arrependo, aprendi a lidar com meus problemas olhando para eles de frente, e não me fechando em casa no sábado para ver Gossip girl, de pijama e lamentar porque minha vida não é como a da Blair. Tenho recaídas sim, mas só quando os dias estão nublados, e olha, hoje não é um deles. Beijão.  – Laura Maldonado.

Dia do amigo.

Vinte de julho de dois mil e treze. Hoje é considerado o dia do amigo, o que me leva a pensar em você. Engraçado não? Passamos por tanta coisa, tantas brigas fúteis, risadas boas e boas memorias. Ah Deus, eu me lembro como se fosse hoje o dia em que ficamos amigos e é desde sempre. Mas apesar disso, gostoso mesmo é olhar para trás e ver que além de tudo, continuamos amigos. Por que? Porque amizade é isso, é brigar e fazer as pazes, é amar, é desejar o bem do outro, ver a pessoa adquirindo sucesso e você ficar feliz por ela. Acho que não adianta escrever textos sobre amizade e amor, para mim, isso são coisas que não tem como explicar; como se sentimos ou sei lá eu! É só sentir, é como o vento, a gente apenas sente, e como sente. Por isso mesmo estando “longe” eu sei que amizade fica! Marca e permanece. Bem aqui, no lado esquerdo do peito. Feliz dia do amigo, te amo muito, tá? E pra tu, tô sempre aqui. E ah, para as novas amizades que ainda estão por chegar, pode vir! Por que coração é igual a casa da mãe Joana; sempre cabe mais um.  – Laura Maldonado.

Cadê você?

Onde você está? Por que fugiu de mim assim? Eu tô gritando de saudades, estou ficando louca, e não consigo entender. Tento escrever para você, tento escrever pra ver se essa vontade de você me passa, vai embora. Mas não vai! Saco! O que te torna tão especial para mim? O que você tem de tão diferente assim? Mexe comigo toda vez que te vejo, que penso em você… Eu te quero de volta, sim, te quero, mesmo negando; te quero. Mas e aí você quer? A resposta, tenho quase certeza de ser um “não, moça”. Você parece não dar a mínima, sabe? Não se importa ou apenas finge? Isso é uma droga, ter que viver com essa dúvida que acaba comigo. E com você, ela acaba?- Laura Maldonado.